A Gaveta
  O Furo  
    
Colatina enterra símbolo da sua história
O naufrágio do vapor Juparanã ocorreu no final de 1954 e começo de 1955. O casco abandonado virou esconderijo de ladrões, meninos de ruas e prostitutas.

A polícia dava batidas constantes conforme registra o escritor Filogônio Barbosa Aguilar no livro “Naufragos da Esperança.

A carcaça do Juparana foi soterrada na década de 70 na construção do aterro da Beira Rio, recorda o servidor público Jorge Firmino de Assis.



Tripulação

Comandante: Pedro Epichim
Imediato: Ilton Epichim
Contra-Mestre – João Flora
Timoneiro: Mario Penha
Cozinheiro: Petronilho
Ajudante de Cozinha: José Cavalcante – Fuke
Foguista:José Miguel
Marinheiros: José Dias, Lindolfo, Arnolfo, João Campana, Elizeu e Pedro Gonçalves
Copeira: Teresa

Saiba mais

O comandante Pedro Epichim nasceu em 12 de junho de 1890 Faleceu em 29 de outubro de 1968 e sepultado no cemitério de São Vicente, em Colatina.





Fonte: Nilo Tardin