Esportes
Tite explica ausência de novidades na Seleção
A convocação de Tite para os amistosos contra o Japão e a Inglaterra, em novembro, não trouxe novidades e manteve a base das últimas partidas da Seleção.

Segundo o treinador, a falta de tempo foi o motivo para as ausências de novos nomes. Para ele, ainda é preciso descobrir e testar o verdadeiro potencial dos jogadores que têm sido chamados nos últimos compromissos do Brasil.

- A realidade é diferente do que queremos que fosse. Tenho que trabalhar com o real, não o imaginário e o que eu queria que fosse. Não dá para dar oportunidades a todos. Se busca uma amostragem para o atleta mostrar seu potencial. Assim como (se busca) a equipe jogar e crescer, não sei o potencial de crescimento. Minha amostragem é de 15 jogos, 1 ano e três meses, mas menos de dois meses comparando com um clube. Não posso ficar no «bota e tira«. Tenho que colocar alguns atletas para que possam jogar - explicou Tite.

O treinador ainda justificou as presenças de Diego e Diego Souza, que têm enfrentado períodos de altos e baixos em seus clubes no Campeonato Brasileiro. Por outro lado, Tardelli, que foi chamado para enfrentar Bolívia e Chile, em outubro, não está presente na lista, mas continua sendo acompanhado, segundo Tite.

- Diego vem pra Seleção para jogar de área a área, não como ele joga no Flamengo, e eu vejo ele nestas condições. Foi acompanhado por ele ontem, teve acompanhamento, mas menos pelos gols, que são circunstanciais. Mas de ações e a virtude para jogar como articulador «box-to-box« (área a área). Diego Souza é um jogador da bola aérea, da retenção, da qualidade individual. Tardelli é de mais mobilidade. Estamos acompanhando todos esses e vai ter esse acompanhamento até o final - afirmou.

Os 25 jogadores estarão nos amistosos do Brasil contra Japão e Inglaterra, nos dias 10 e 14 de novembro, nas cidades de Lille e Londres, respectivamente. Em março de 2018, o técnico pretende reunir o elenco considerado ideal para os confrontos diante de Rússia e Alemanha, os últimos antes da convocação definitiva.
Fonte: Quatro Linhas