Segurança
Teori Zavascki será sepultado neste sábado em Porto Alegre
O velório do ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, morto em um acidente aéreo em Paraty, litoral fluminense, na tarde de quinta-feira 19 acontecerá no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, ainda nesta sexta 20, conforme afirma Francisco Zavascki, filho do ministro, dizendo que o enterro deve ocorrer neste sábado 21.

«Embora ele tenha nascido em Santa Catarina, veio cedo para Porto Alegre, cidade do coração, e quando ele se aposentar, ele tinha essa pretensão de voltar a morar aqui. Os filhos e boa parte da família estão aqui«, conta Fracisco Prehn Zavascki.

A assessoria de imprensa do TFR-4 também confirma que o velório vai ocorrer no tribunal. O local do sepultamento ainda não foi definido.

O ministro atuou no tribunal federal entre os anos de 1989 e 2003, onde chegou a ser empossado presidente da corte, que é considerada sua casa pela família. Francisco prevê que a liberação do corpo de Teori ainda na tarde desta sexta, quando teria início o velório, até o sepultamento no sábado (21).

A carreira de Teori teve início em Porto Alegre. Em 1972, ele se formou em Direito na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde concluiu mestrado e doutorado na área de Processo Civil. É natural de Faxinal dos Guedes, Santa Catarina.

O ministro foi juiz do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre, de 2001 a 2003, e também fez parte do Tribunal Regional Eleitoral gaúcho. Indicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC), tomou posse como ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Em novembro de 2012, ingressou na mais alta corte nacional. Confira aqui a trajetória de Teori.
A morte de Teori foi confirmada pelo filho do magistrado Francisco Zavascki em uma rede social, às 18h05. Mais tarde, também foram confirmados os óbitos do empresário Carlos Alberto Filgueiras, dono do Hotel Emiliano, na Zona Sul de São Paulo, e do piloto da aeronave, Osmar Rodrigues. O avião pertencia ao grupo do hotel.

Segundo informações da Força Aérea Brasileira (FAB), outras duas pessoas também estavam a bordo. A identificação delas não foi divulgada.
Fonte: Agência Brasil