Terra Verde
  Preservar e Produzir  
Importância da irrigação para o cacau
Uma lavoura de cacau irrigada, com espaçamento de três metros entre as plantas (1.100 plantas por hectare), produz 100 arrobas por hectare. Esta mesma lavoura sem irrigação atinge uma média de 40 arrobas/hectare de produtividade.

A informação é do gerente geral da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) do Espírito Santo, Paulo Roberto Siqueira. Durante a Semana do Produtor Rural, Siqueira realizou uma palestra sobre a importância da irrigação para a melhoria da produtividade das lavouras cacaueiras. O evento aconteceu em Teixeira de Freitas, na Bahia, entre os dias 8 e 10 de setembro.

Em sua palestra, Paulo Siqueira enfatizou que o aumento da produtividade registrado nas lavouras de cacau irrigadas paga a elevação do custo de produção. Ele lembra que em uma região como o município de Linhares, onde o índice pluviométrico é baixo e inconstante a única solução para evitar a perda da produtividade das plantas é a irrigação.

Um levantamento realizado pela Ceplac aponta que a média pluviométrica de Linhares é de 1,2 mil mm de chuvas por ano. “Para o cacau esta média precisa ser de 1,5 mil mm de chuvas por ano. Outro agravante da região é a instabilidade. Tem meses que chove muito e outros, como o período entre abril e setembro, que praticamente não chove”, diz Siqueira que conclui: “Diante destas condições climáticas, Linhares tem forçosamente que irrigar o cacau”.

Para Siqueira a boa notícia é que cresce o número de produtores irrigantes no município. Com 18 mil hectares plantados de cacau, Linhares registra 11 mil hectares de lavouras irrigadas. A mudança do comportamento do produtor capixaba é conseqüência do aumento do preço do produto e a necessidade de renovação das lavouras para combater a vassoura-de-bruxa.

Os resultados dos investimentos já começam a ser sentidos. Para este ano, o município trabalha com uma estimativa de produzir 10 mil toneladas de cacau. O montante representa um crescimento de 30% de aumento da produção comparativamente a 2004. No ano passado, foram produzidas 7 mil toneladas.

Segundo Paulo Siqueira, é entre abril e setembro que a planta do cacau está em período de florescer e por isto a necessidade da irrigação. Pesquisas da Ceplac mostram que o cacau adulto precisa de 50 litros de água por dia nos meses quentes, mas a planta não pode ficar encharcada. “Ter um solo com 50% da umidade disponível é o ideal para a planta. Quando a umidade relativa é baixa a flor não abre”, diz Siqueira.

De acordo com o gerente geral da Ceplac-ES, quando a lavoura é irrigada e adubada, a produtividade pode dobrar. Das 100 arrobas/hectare conseguidas em média com a irrigação, o produtor que usar a fertirrigação pode atingir a uma média de 200 arrobas/hectare.

Além de elevar a produtividade, a irrigação aumenta o peso das sementes em até 70%. Siqueira informa que uma lavoura sem irrigação produz em média sementes com 0,80 gramas. Irrigada, a lavoura registra sementes com pesos médios de 1,40 gramas.
Fonte: Ceplac