Panorama
  Veja o Mundo  
Cores e design de interiores na decoração 2017
Já foi comprovado cientificamente que as cores têm grande potencial de provocar alguns estímulos sensoriais no cérebro humano, influenciando no comportamento e sensações.

A cada ano que passa, espera-se uma novidade para o ano seguinte, ou seja, a revitalização referente ao ano que se passou. Surgem então as tendências das cores.

Mas de onde elas vêm e para que são destinadas? Isto vai além de uma estratégia de marketing para influenciar na escolha do consumidor. Os coolhuntings, termo do marketing que surgiu nos anos 90, definido como “caçadores de tendências”, são os profissionais responsáveis por prevê-las a cada ano.


Estes profissionais não ditam apenas sobre as cores do momento, mas também sobre design de interiores, moda, mercado, etc. São pesquisadores que observam em todos os ângulos e perspectivas, o comportamento social, os fatos históricos, as disponibilidades de textura, as produções de filmes, os símbolos, os fenômenos naturais e sociais do momento para ditar as tendências.

Ou seja, são profissionais que “preveem o futuro” das tendências, de acordo com os acontecimentos do ano e este estudo pode durar entre seis a 24 meses anteriores à divulgação.

A revitalização está em alta e ficar de olho nas tendências de decoração e design de interiores pode ter ainda mais sentido quando o consumidor passa a conhecer a origem de cada uma delas. A Villagres – considerada uma grife quando o assunto é cerâmica – traça o perfil de suas linhas com base nas tendências mundiais de design, e mostra o que está em alta no setor.

As tendências de design e decoração podem proporcionar boas influências no comportamento humano. A arquiteta Nathalia Maule, da Villagres, ressalta que a decoração tem a capacidade de despertar estímulos sensoriais como: tranquilidade, bem-estar, frescor, etc. “Estas sensações podem ser influenciadas através das cores, texturas e formas.

Textura e tons naturais trazem a paz e a harmonia da natureza para dentro de casa, transportando o ambiente externo para o nosso interior. Desta maneira é possível desacelerar a rotina insana de nosso dia a dia. Quando usamos produtos Vintage ou Retrô, por exemplo, inconscientemente, retornamos às memorias de nossa infância, talvez da casa de nossos avós, o que traz um aconchego e acolhimento ao lar”, completa.
Fonte: Lucia Nunes/LN Comunicação